Que terra é essa, Jão?

Apruma o corpo e ouve isso, Jão:

Essa terra anda esquisita, irmão!

Dela brota u’as espigas, tipo varão:

Jeito manso e quer levar galardão…

 

Tipo bom, sim, distinto de dar fé,

Desses: sabe como é que é, não é?

Conluio, vinho branco e canapé:

Prosa melíflua, mel de guaxupé!

 

Camarada, lembra uma tal de palavra?

Co’ela se dispensava toda aldrava,

Posta à mesa tudo nela se fiava.

Oh, pobre! Desdita agora sem lavra!

 

Um tal Carlos tinha o sentir do mundo:

Tempo de costume e sentir bem fundo!

Qual o quê? O tipo embusteiro imundo

De agora nem se presta a rubicundo!

 

1 thought on “Que terra é essa, Jão?”

Deixe um comentário